quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Cannes


Cannes nos seus tempos antigos era uma simples aldeia piscatória, que tinha este nome devido ah cana-de-açúcar que nos primórdios era aqui desembarcada.
Foi totalmente revolucionada no início do século XIX, quando os aristocratas franceses começaram a construir residências de férias nesta região.
Deu-se assim o primeiro passo para uma grande expansão e tornou-se num concorrido destino de férias.

Actualmente é uma das cidades do Sul de França mais conhecidas devido ao famoso festival de cinema que aqui acontece todos os anos em Maio.
Nessa altura do ano os cerca de 70 mil habitantes, aprendem a lidar com o buliço que se cria em torno das estrelas que visitam a cidade.

Como Chegar

Se pretende seguir a nossa sugestão de alugar um carro então é muito fácil chegar a Cannes desde Marselha, já que fica a cerca de 180km, pouco mais de 90 minutos ao volante.

Desde Marselha pode apanhar a A8 que o levará ate Le Cannet/Cannes.
O trajecto é directo e a portagem ronda os 8€.



Le Cannet é a parte interior de Cannes e é possível deslocar-se entre um sítio e o outro através das camionetas da BusAzur, por apenas 1.40€ (bilhete simples).

Se passou primeiro por St-Tropez, pode optar por chegar até Cannes pela estrada junto ao mar, uma estrada bastante sinuosa e um pouco longa para os 80 km que separam as cidades, mas que compensará se gosta de admirar a costa maritíma.
Evite esta estrada durante a noite, pois tem um troço bastante complexo e baseado em curvas com pouca visibilidade e mal iluminadas em certas partes.

Se aterrou no Aeroporto de Nice saiba que se encontra a 27 km de Cannes.
O aeroporto de Nice oferece-lhe um serviço shuttle diário e com partidas de 30 em 30 minutos que lhe proporciona a chegada a Cannes em apenas 50 minutos. O serviço custa 14€ por viagem ou 23€ ida e volta. Veja aqui os horários.

O Que Ver

A imagem de marca de Cannes é o Festival de cinema daí que não pode deixar de tirar uma foto no Palais des Festivals et des Congrès.
É fácil de encontrar pois é mesmo no centro de Cannes. Fica na 1ª linha de praia mesmo a seguir ao Casino.


O Palais tem duas fachadas, a principal e uma lateral, onde quase sempre é possível tirar uma foto num daqueles simuladores de actores de cartão, onde por minutos pode ser um George Clooney ou uma Scarlett Johansson.
Tire também uma foto na "Red Carpet" e finja por uns momentos que é uma grande estrela de cinema.


Em frente ao palácio no chão encontrará uma espécie de Passeio da Fama com várias mãos dos famosos que já visitaram o Palais.
Passeie-se pela zona para ver a "mão cimentada" do seu ídolo.

Cannes tem no turismo a sua actividade principal (em 2006 facturou 700 milhões de euros com os visitantes) e isso percebe-se facilmente pela diversidade de hotéis espalhados pela cidade.
Um dos principais pontos turísticos é a célebre avenida da Croisette, mesmo junto ao mar.
É também na Avenida da Croisette que pode visitar algumas das maiores lojas de griffe tal como a Cartier, Louis Vuitton, Dolce and Gabbana, Hermés, etc.


Cannes é uma cidade que nos faz lembrar que o mundo é um local injusto, culpa do luxo que se passeia e que traz à memória aqueles que dormem nas ruas e nos recordam a tão má distribuição do dinheiro.
E os hotéis da cidade fazem jus a isso mesmo.

É em Cannes que vai encontrar uma das suites mais cara do mundo no Hotel Martinez .


Ah quem diga que Woody Allen troca a culinária francesa deste Hotel por uma simples sandes de atum!

Mas o Martinez não é o único hotel da cidade.


Repare na enormidade do Hotel Carlton, um dos ícones de Cannes a dominar a paisagem.






À porta do Hotel Carlton é possível ainda viver o sonho de alugar uma destas maravilhas...

Contacte a empresa anunciada no vidro destas bombas.






E que dizer do Majestic Barriere com uma das melhores praias privadas, em frente ao hotel, onde correm rumores que Claudia Schiffer só lava os cabelos com água mineral Evian.



Cannes é também famosa pelas suas praias de areia fina.
Em Cannes, como em grande parte da Riviera, existem praias privadas que só estão acessíveis mediante o pagamento de uma entrada.


Essa entrada pode ir desde os 8€ até aos 15€ dependendo das praias (preços só de entrada sem espreguiçadeira nem serviços adicionais).
Existem valores 1 dia ou meio dia.


É claro que por cada praia privada existe uma praia pública, de livre e gratuito acesso. Nesse caso terá de trazer o seu guarda-sol e as suas toalhas.

As praias são separadas por cercas de madeira no espaço areal sendo que a água em frente de cada uma é pública.

A grande diferença entre as praias privadas e as praias públicas é o serviço que as primeiras prestam e a certeza de uma dia de praia diferente e sem agitação que geralmente encontramos nas praias públicas.
Algumas destas praias sõ estão mesmo acessíveis a quem estiver hospedado nos hóteis que elas representam.
É também proibido trazer qualquer bebida ou comida de fora.


Na foto consegue-se perceber a diferença entre uma praia pública (em 1º plano) e uma praia privada.
As cores dos guarda-sóis indicam a propriedade de cada praia.

Se está farto de praias e quer dar um passeio diferente então conheça as Ilhas Lerins.
As Ilhas Lérins são um pequeno arquipélago logo à saída da costa de Cannes.
Alí pode conhecer a Ilha Sainte-Marguerite e a Ilha Saint-Honorat e as duas ilhas ainda mais pequenas a Ilha Tradelière e a St-Féréol.
Existem escursões para as ilhas diáriamente a partir de Cannes (e também desde Antibes ou Nice) que demorarm cerca de 15 minutos para Saint-Honorat e 30 minutos para Sainte-Marguerite.


Se puder ainda, dê um saltinho nas luxuosas e exclusivas villas de Cannes que se encontram na área conhecida por Le Californie e Super Cannes, mesmo no topo das montanhas nas costas da cidade.
Frequentemente escondidas da vista por cercas ou muros altissímos estas Mansões valem a pena uma visitinha, quanto mais não seja para perceber como vive uma pequena percentagem do mundo!

Onde Comer

Comer barato em Cannes é comer McDonalds. Aqui é muito complicado arranjar sítios baratos para comer para além da fastfood.
Aproveite ainda para saber que na Riviera quase todas as casas de banho são a pagar.
Mesmo nos restaurantes "franchisados" como McDonalds os WC não são de fácil acesso.
Para puder utilizar este serviço tem de préviamente adquirir algo no interior e no talão de compra é lhe fornecido o código de acesso à casa de banho.
É o início do fim do paraíso das casas de banho dos "turistas de baixo custo".


Supermercados existem mas são muito raros e a não ser que esteja disposto a percorrer várias centenas de metros, quem sabe debaixo de um sol arrasador, enfrentará algumas dificuldades.
Apenas encontrará um mini Casino (supermercado francês) onde poderá comprar fruta e bebidas para o momento.

Na zona Norte da cidade a caminho da auto-estrada em direcção a Nice encontrará o Mister Pizza, uma pizzaria com entrega ao domicílio, onde poderá escolher a sua pizza e vê-la a ser confecionada.
Mesmo ali ao lado existe um outro supermercado Casino bem maior onde poderá comprar algo mais detalhado.

Onde Ficar

Ficar alojado em Cannes é uma opção que lhe sairá cara. Porém nós encontramos sempre algumas pechinchas das quais destacamos o Hotel Corona, bem no centro de Cannes a walking distance da estação de metro e do Palais des Festival et Congrès. Um quarto duplo com WC privado, tv no quarto e A/C em época alta ronda os 70€. Convém é reservar com alguma antecedência já que este hotel apenas tem 20 quartos.


Se prefere algo mais em conta tem o Hotel Chanteclair, bem no coração da cidade e a minutos do porto. Os preços do quarto duplo dependem da época e variam entre os 25 e os 40€ por pessoa. Pode comparar os preços entre o website do hotel e a central de reservas do Hostelworld.

Em jeito de recomendação, aconselhamos que se instale em Nice, entre Cannes e o Mónaco, que para além de ser uma opção mais acessível é também um bom ponto de partida para se deslocar entre uma e outra região.

1 comentário:

conexaoparis disse...

Olá. Muito bom o blog de vocês. Vou colocar no meu blogroll. Eu so descobri Europe Calling hoje, via Aquela Passagem. Conexao Paris